sábado, 10 de outubro de 2009

República Panicada

All The Right Moves
One Republic


Para além da sonoridade e da letra, gosto da composição estética do teledisco. Faz-me lembrar, assim de repente, neste louco processo associativo da minha mente, o videoclip da música I Write Sins Not Tragedies dos Panic! At the Disco e a novela (refeita entre o cinema e o teatro) Le Fantôme de l'Opéra de Gaston Leroux. Não sei por que é que acontece. (É da decadência psicológica*, só pode.)

Até à próxima,
Luís Gonçalves Ferreira

* Conceito a desenvolver em publicações vindouras. Não vá o leitor pensar que sou o editor musical deste humilde espaço. Tenho mais croquetes para dar, não se aflijam.

3 comentários:

Sylvie disse...

A música é um pouco estranha, confesso que tenho de ouvir mais vezes para saber se gosto ou não.
Ainda estou na fase do mais ou menos...lol

Diana Machado disse...

Continuo a acreditar no seu intelectual, caro camarada.
Devem ser as finanças (portuguesas) que o fazem lembrar música heheh

Em relação à música, digamos que agora simpatizo, mas acredito que daqui a uns tempos fartar-me-ei.
Nada como U2 e Maroon5...

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Também gosto da sonoridade e composição estética, como dizes. É curioso este "videoclip" de um "falso" Phantom of the Opera ;)

Gostei. Tem boa mexida. Quanto à letra nao me apercebo com clareza o que cantam. Mas está muito apelativo :)

Um abraço :)